segunda-feira, 29 de julho de 2019

O papel de parede amarelo - Charlotte P. Gilman

Hoje falo um pouco sobre esse conto que foi muito falado no universo literário, de tanto ouvi me vi louca pra ler.

O papel de parede amarelo é um conto escrito por Charlotte P. Gilman, um conto curto porém intenso. Dá pra ler em uma sentada. Esse conto chegou a ser recusado por um editor chefe de uma das principais revistas norte americana com o argumento que o conteúdo tornaria as pessoas infelizes, assim como ele ficou ao ler.

Com o passar do tempo esse conto se tornou um símbolo da luta feminista.




Resumindo: Vamos ver uma mulher sofrendo de crises súbitas que é aconselhada por seu marido que é  médico, a relaxar em uma casa de campo. Nessa casa, ela ficará em um quarto com a parede revestida de papel amarelo. Como ela já está com a mente transtornada ela passa a ver essa parede como algo monstruoso.

É um conto bem sombrio, que fala de situações simples que infelizmente encontramos no nosso dia a dia: SUBMISSÃO DAS MULHERES, que são impedidas de decidirem coisas simples entre outras coisas.
O que torna mais intrigante é saber que esse conto é inspirado em uma experiência real da autora.






Eu confesso que de tanto que ouvi falar, estava esperando algo completamente diferente do que li. Achei o conto interessante sim, vale a pena ler e interpretar o que o conto passa nas entrelinhas, porém não foi algo que se tornou o queridinho da vida. Mas vale a pena a leitura.
Você já leu? Ah fiz a leitura no kindle, baixei e foi super tranquilo de ler.
Beijinhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário