sexta-feira, 1 de junho de 2018

Juntando os pedaços - Jennifer Niven

Juntando os pedaços é um liro que me chamou atenção quando vi no insta de uma amiga. Desde então estava interessada em adquirir pra ler.

Aqui vamos conhecer Jack e Libby.
Jack é um garoto que em PROSOPAGNOSIA ( doença que impede de reconhecer as pessoas), ele vê as pessoas identifica nariz, boca, olhos mas não consegue identificar o conjunto. Então para identificar as pessoas ele usa o que a pessoa tem de marcante: o jeito de andar, o cabelo, o jeito de vestir entre outros. O que é interessante é que as pessoas a sua volta não sabe que Jack sofre dessa doença.

Já a Libby é uma garota que passou anos em casa sem ao menos ir a escola. Ela ficou os últimos anos em casa se recuperando da morte da mãe. Pra se recuperar ela encontrou na comida o alívio que ela precisava. Engordou horrores e passou a ser conhecida como a garota que precisou de um guindaste pra sair de casa.

Depois de achar que estava pronta pra voltar a escola, conhecer novos amigos , dançar, encontrar um amor ela retorna a escola.
Mas por mais que tenha emagrecido ela continua sendo grande e isso chama atenção dos valentões.
E o mundo de Jack e Libby acabam se cruzando. 


Jack que é um garoto popular, bonito, carismático e faz de tudo pra manter essa imagem e acredito que para esconder a doença.
Libby a garota gorda, que não é considerada bonita e que pelo ponto de vista alheio não merece ser feliz. Porém ela é engraçada, boa dançarina e tenta não se abater com que fazem com ela. Tenta manter o amor próprio a todo custo.

Os personagens que aparentemente tem tudo pra não dar certo, se encontram e mostram que apesar das diferenças se encaixam e querem viver o que sentem. Que enxergam no outro a beleza que ninguém vê.
O livro possui uma linguagem muito gostosa com a narrativa que é intercalada pelo ponto de vista dos personagens. Ora Libby ora Jack.
É uma leitura que rende pra caramba e com direito a trilha sonora. A música I love to love é citada durante o livro e quando eu vi tive que parar pra escutá-la. É uma música que me lembra muito as aulas de inglês já que o professor a traduziu e nos fazia cantar, era maravilhoso!!


Fica a dica!!


Um comentário:

  1. Oieeee

    eu já tinha visto o livro mas nunca tinha parado p ler do q se tratava!
    Gostei da resenha e já vou anotar na minha lista

    Bjooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com

    ResponderExcluir