quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Bernardo pintor...

Férias em casa tem que se inventar muito pra entreter os filhos. Por aqui a piscina ajuda muito!
Mas eu geralmente não deixo na parte da manhã...
Uma das atividades que o Bê gostar é pintar com tinta guache. Ele pinta, e logo deixa pra lá.
Mas normal né, na idade dele é assim  mesmo.

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Fim de semana...

E depois de semanas sem encontrrar nossos amigos,eis que finalmente rolou um encontro com a "galera".
Todos nossos amigos haviam viajado, então estávamos só por casa mesmo. E neste sábado, marcamos um churrasco aqui em casa, e no domingo fizemos um carreteiro com o que sobrou (que não foi pouco).
Rolou conversa (colocamos em dia), música e TRUCO.


 Única foto que tirei, e pra virar me arrependi por não tirado mais!

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Eu li...

E já tenho a primeira leitura do ano!!! O escolhido do  ano foi: Os limites da lei, de Scott Turow. É a primeira obra do autor que leio. E mais um livro que comecei cheia de expectativas devido a sinopse e terminei decepcionada com o que li.
Sabe você começa o livro esperando determinadas coisas e durante a leitura não vê nada do que imaginou.
Pela sinopse do livro o achei fraco, acho que o autor deveria ter explorado mais o caso de estupro citado na sinopse. SÓ ACHO, HUMILDE OPINIÃO!


sinopse:

Scott Turow, advogado e grande mestre do thriller jurídico, traz de volta seus personagens George Manson ("Ofensas Pessoais") e Rusty Sabich ("Acima de Qualquer Suspeita") no livro "Os Limites da Lei"(Record, 2008). Esta é mais uma eletrizante obra ambientada nas salas de tribunais com a maestria da narrativa do premiado Turow. A vida parece correr bem para George Manson. Seus dias como advogado criminalista fazem parte do passado. Aos 59 anos, ele é juiz da Corte de Apelações do condado de Kindle há quase uma década. Quando um perturbador caso de estupro é levado a debate, Manson começa a questionar a verdadeira essência da lei, assim como o papel do juiz perante ela.